segunda-feira, 11 de maio de 2009

Existe algo grandioso demais para ser conceituado no nosso minúsculo cérebro

“Existe algo grandioso, grande demais para ser conceituado no nosso minúsculo cérebro, algo magnífico que não pode ser ainda compreendido por um cérebro que tem somente como elementos de raciocínio temas tridimensionais.

À medida que novos elementos considerados abstratos - à medida que esses começam a formar uma pequena imagem, por mais inconcebível que seja ainda, à medida que eles começam a formar imagem num cérebro, o reino de todas as possibilidades vai aparecendo e a compreensão vai se estabelecendo, o entendimento vai se dando e a mudança geral acontecerá.

Por mais que queiram tentar racionalizar, poderão racionalizar com todos os assuntos que concernem ao plano racional, racional de agora, que não quer dizer eternamente racional.
Eu quero dizer que enquanto tivermos somente elementos tridimensionais, o nosso cérebro vai raciocinar com esses elementos.

Portanto, muitas possibilidades que existem não encontram hoje no nosso cérebro a chamada lógica, uma vez que o nosso cérebro não dispõe de elementos para a compreensão de tudo aquilo que transcende ao puro materialismo racional de nossos dias, adiantado por sinal.”
DR. CELSO CHARURI
Bjus... LUiza...

2 comentários:

  1. Que lindo Lu, obrigada!
    Beijos de luz!!

    ResponderExcluir
  2. Minha querida amiga paulista
    Li
    Tive aulas de arquitetura na EMBAP [ BELAS ARTES]
    o prof. falava sobre pessoas cerebrais e no nosso afã de sermos imortais...
    ....nossa armadura na terra nosso vigia insessante pelo eterno....
    Como é dificil buscar esta condição de ser

    bjo

    ResponderExcluir